Blog

Todos os assuntos

Inteligência artificial a serviço do mercado jurídico

22 dez

Publicado por Renato Mota em INOVAÇÃO.

Urbano Vitalino Neto. Foto: Samuel Barbosa

 

O escritório pernambucano Urbano Vitalino Advogados anunciou a contratação de uma nova funcionária, Carol, que auxiliará os profissionais na análise de dados dos processos, posicionamento de magistrados, precedentes, jurisprudências e decisões judiciais. Carol, porém, não ocupará nenhuma das bancadas do escritório: ela é uma assistente virtual.

Desenvolvida pela Urbano Vitalino Advogados sobre o Watson – a plataforma de computação cognitiva da IBM para negócios – Carol é a primeira inteligência artificial aplicada para o mercado jurídico no Brasil (e uma das primeiras no mundo). Seu diferencial é estar presente dentro dos negócios do escritório, indo muito além de um chatbot para consulta em bancos de dados.

“Carol vai ampliar a capacidade de nossa equipe na arte da argumentação em defesa dos nossos clientes. Vamos automatizar algumas atividades que dispendem tempo e custos e direcionar a força de trabalho intelectual dos nossos advogados para atividades mais estratégicas, como preparar as ações, atender e orientar clientes, negociar e defendê-los no tribunal”, detalha Urbano Vitalino Neto, diretor-presidente do escritório.

Márcio Saeger, arquiteto de soluções da IBM. Foto: Samuel Barbosa

 

Como explica o arquiteto de soluções da IBM Márcio Saeger, a assistente virtual possui tanto a capacidade de entender a linguagem utilizada nos processos jurídicos (o que permite que ela leia os documentos e os entenda) como de aprender, junto aos advogados, a identificar todos os elementos-chave dos bancos de dados. “Nesse primeiro momento, a curadoria das informações é 80% do desenvolvimento. Quando a assistente virtual tiver conhecimento o suficiente, poderá emitir relatórios qualitativos e aprofundados sobre todas as atividades”, afirma Saeger.

O pioneirismo da iniciativa valeu ao escritório Urbano Vitalino Advogados uma vaga como palestrante no Think, a convenção anual da IBM que reúne os principais executivos globais da empresa, assim como clientes, analistas e influenciadores do mundo todo. Representantes do escritório pernambucano estarão no evento, que acontece em março em Las Vegas (EUA) para relatarem suas experiências com Watson e com Carol.

Para que aprenda mais rápido, Carol irá ajudar os advogados do escritório na busca de informações e no cumprimento de tarefas repetitivas nas áreas mais demandadas do escritório: Direito do Consumidor e Trabalhista. “Ao empregarmos sistemas de inteligência artificial para buscar, selecionar e analisar os processos, podemos oferecer consultoria e serviços ainda mais qualificados do que fazemos hoje. Carol nos permitirá ser ainda mais eficientes com maior qualidade técnica e a um custo menor”, ressalta Urbano Neto.


Banco de Dados

 

A inteligência artificial da Urbano Vitalino Advogados se beneficia ainda de outros investimentos feitos em Tecnologia pelo escritório no passado. O principal deles é o Knox, o sistema de gestão integrada que armazena o arquivo histórico de peças e os feedbacks da equipe de advogados.

Desenvolvido pelo próprio escritório e em atividade desde 2012, o Knox permite que os principais gestores e executivos do escritório acompanhem indicadores, metas e apresentem soluções para as áreas que coordenam. “Nosso investimento anual em tecnologia é na ordem de R$ 2 milhões. Está no nosso DNA sermos pioneiros na adoção de tecnologias e procedimentos disruptores no mercado jurídico”, completa o diretor-presidente do escritório.

Fonte: Blogs NE10
URL: http://blogs.ne10.uol.com.br/mundobit/2017/12/12/inteligencia-artificial-servico-do-mercado-juridico/

Compartilhe

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+